ÓLEOS VEGETAIS: POR QUE TÃO MARAVILHOSOS?

Quando o assunto é cabelo hidratado, saudável e macio, nós não medimos esforços, certo? Mas muitas vezes utilizamos aquele produto que, em sua embalagem, diz ser para o nosso tipo de cabelo, se entender o porquê dessa especificação. Porém nenhuma estrutura capilar é igual a outra, mesmo que sejam o mesmo tipo de cabelo. Por exemplo, um liso não é igual ao outro, assim como um cacheado não é igual ao outro; cada um tem suas diferenças pelo tipo de produto utilizado, pelo tipo de cuidado e rotina que são escolhidos. Pensando nisso o mercado de cosméticos vem expandindo cada vez mais as suas linhas de produtos, para atender a todos os tipos de cabelo com suas peculiaridades.

Um dos componentes mais utilizados atualmente nos produtos pra cabelo são os óleos vegetais, que são o tema do nosso blog de hoje! Os óleos vegetais, nada mais são que óleos extraídos de semente, folhas e galhos de plantas que trazem benefícios para quem usa, e esses vão muito além do cabelo, podendo ser usado no corpo, na comida, e outras finalidades. Porém, assim como os cabelos das pessoas são diferentes, a composição e benefícios de cada óleo também são. Os mais conhecidos e utilizados são: azeite de oliva, óleo de coco, óleo de rícino, entre outros, que são os que você encontra em farmácias e mercados, até mesmo para consumo em outras formas. Nada mais justo que listar agora as propriedades de alguns óleos pra vocês conhecerem e se apaixonarem por essas belezuras, não é mesmo?

Ficou curiosa? Vem com a gente pra descobrir tudo desse mundo vegetal!

1- Azeite de Oliva

Esse queridíssimo é utilizado comumente para fins culinários, mas no cabelo é um santo hidratante porque a gordura presente no azeite evita o ressecamento dos fios. O extravirgem, em específico, possui níveis mais elevados de vitamina A que acelera o crescimento e vitamina E que tem ação antioxidante.

#DICA: para uma mega hidratação, utilize azeite de oliva com óleo de coco, misture e massageie no couro cabeludo e no comprimento dos cabelos, deixe agir por 30 minutinhos e enxágue bem.

2- Óleo de Coco

Esse óleo é ótimo para uma bela nutrição, pois ele é rico em vitamina K e ácidos graxos, que são como o “alimento” dos folículos capilares (famosa raiz, responsável pelo crescimento e desenvolvimento do cabelo), penetra na estrutura capilar, prevenindo pontas duplas, evitando caspas e controlando a oleosidade natural do couro cabeludo.

3- Óleo de Árgan

Esse é famosinho em cosméticos pra cabelo. Extraído do fruto da árvore Argania Spinosa encontrada no Marrocos, é rico em vitaminas D e A, é um antioxidante e rejuvenescedor dos fios, também é nutritivo e protege o cabelo de danos externos. Mas cuidado!! Só um pouco já é suficiente, pois sua ação nutritiva é muito potente.

4- Óleo de Rícino

Esse óleo é extraído da mamona, e é milagroso não só para o cabelo. Possui vitamina E, ômega 6 e 9, o que auxilia no fortalecimento e crescimento capilar. É um ótimo hidratante e dá brilho, combates as caspas e controla a oleosidade, assim como o óleo de coco.

5- Óleo de Ojon

O ojon é uma espécie de palmeira predominante desde Honduras até o norte do Brasil. É um óleo rico em lipídeos e em ácidos graxos, proporcionando uma nutrição impecável dos cabelos. Em estado puro ele pode se solidificar, como é o caso também do óleo de coco, que em temperatura ambiente também solidifica. É mais indicado que o óleo de árgan no quesito nutrição, pois o árgan trata os fios de fora para dentro e repara as cutículas. Já o ojon penetra profundamente nos fios, o que aumenta o seu poder de “alimentar” o cabelo (lembra que eu disse que a nutrição é como o alimento dos fios?). Uma dica importante sobre esse óleo é que ele protege o cabelo contra processos químicos, ou seja, não é recomendado utilizá-lo antes de tintura, progressiva e outras químicas, pois ele pode atrapalhar a absorção do produto.

E para implementar as dicas, vai ai mais três super valiosas:

  • Para que o seu cabelo esteja sempre bem cuidado, é de extrema importância identificar do que ele precisa (hidratação, nutrição ou reconstrução). Uma boa forma de identificar é utilizando o cronograma capilar, que você encontra explicação e modelos prontos na internet mesmo;
  • Depois de identificar, escolha uma linha de produtos com compostos que sejam ideais para o tipo de reparo que você precisa, os produtos com os óleos vegetais são maravilhosos, pois tem uma base mais natural;
  • Para um melhor efeito e absorção dos nutrientes, é necessário utilizar uma linha completa dos produtos, pois a lavagem é só a base do processo. Máscaras, finalizadores, cremes para pentear, todos são complementares uns aos outros.

E complementamos com o #nósindicamos a nossa linha Linha Finalizadora D + Mais Cachos Desalfy, com óleo de ojon, super nutritivo, rico em proteínas, mantendo o brilho e definição dos cachos. Valiosíssimo para nossas cacheadas. E pra você que não é cacheada, segue as dicas do mesmo jeito que você vai arrasar, é só trocar a linha de cacho por uma que se adeque ao seu tipo de cabelo.

Cuide bem do seu queridíssimo!kit

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s